Advogado que se feriu em explosão de pacote diz: ‘Não vão me intimidar’

O advogado Walmir Oliveira da Cunha, de 37 anos, que se feriu após um pacote recebido por ele, em Goiânia, explodir em suas mãos, disse que “não vai se intimidar” com ato, classificado por ele como “covarde”. O áudio com a mensagem foi divulgado nas redes sociais e teve sua autenticidade reconhecida pela Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás (OAB-GO).

Walmir está internado em estado regular no Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo). No registro, de quase dois minutos de duração, ele celebra ter salvado sua secretária, que está grávida, diz que ficará com sequelas, mas que irá “trabalhar para corrigi-las” e readaptar sua vida.

Por fim, pede que o ato seja uma forma de fortalecer a necessidade de justiça e salienta que irá seguir “trabalhando em prol da sociedade”.

O caso aconteceu na sexta-feira (15), no Setor Marista. Um pacote foi entregue no escritório do advogado e explodiu em suas mãos, logo após ele abriri a caixa. O Corpo de Bombeiros socorreu Walmir e o levou para o Hugo.

O segurança Maurício Gomides, que trabalha em um estabelecimento próximo ao local do incidente, prestou socorro ao advogado e diz que ficou assustado ao presenciar aquela situação.

“Primeiro eu vi muita fumaça. Quando eu vi que ele saiu daquele local, que realmente estava muito ferido, eu me assustei e procurei socorrer ele da forma mais rápida possível e adequada. [Pensando] Em parar o sangramento, amarrei uma camisa no pulso dele de uma forma que fosse estancar o sangramento para não ocorrer uma hemorragia”, contou.

Compartilhe com seus amigos:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related posts

Leave a Comment

Não sou um robô *