Suspeito de morder bebê de um ano é preso por ameaçar família em Caldas Novas, diz delegada

 
O promotor de eventos Claudisney da Rocha Barbalho, de 24 anos de idade, suspeito de morder um bebê de um ano, foi preso nesta terça-feira (25) por descumprir uma medida protetiva e ameaçar a família da ex-namorada, e mãe da criança, em Caldas Novas, na região sul de Goiás. De acordo com a delegada Sabrina Leles, a jovem conseguiu medida protetiva após denúncia de maus-tratos contra o filho.

Segundo a investigadora, o suspeito alegava que mordia o bebê da namorada para “educá-lo”. Ela afirma que Claudisney tem mais de 16 termos circunstanciados de ocorrência registrados na Polícia Civil. Recentemente, ele foi denunciado por extorsão a uma jovem.

“Ele é conhecido aqui na região por se envolver em confusão. Após agredir a criança, com a justificativa de que estava a educando, a família conseguiu, com a Lei Maria da Penha, uma medida protetiva, o impedindo de se aproximar da vítima e de seus parentes. No entanto, visto que ele continuava ameaçando e aproximando da casa, nós representamos pedindo a prisão preventiva”, disse ao G1.

Segundo a Polícia Civil, as agressões contra o bebê aconteceram no dia 17 de novembro de 2016, na casa da mãe da criança, em Caldas Novas. A mãe da vítima procurou a polícia no início de dezembro do ano passado e fez a denúncia. Após o início das investigações e tendo comprovado o crime de maus-tratos, o suspeito passou a ser impedido de se aproximar da família.

A delegada afirma que ele não foi preso na época pois o crime não previa a detenção. “Como é um crime considerado de menor potencial ofensivo, não conseguimos prendê-lo quando mordeu a criança, mas agora, felizmente, a família estará mais segura com ele preso”, afirmou.

De acordo com Sabrina Leles, o jovem é organizador de eventos de som automotivo e é conhecido na cidade por se envolver em brigas e confusões. “Todo mundo esperava esta prisão dele, que já tem passagem por ameaça, lesão corporal, maus-tratos, perturbação e tantos outros procedimentos”, alegou.

 

Claudisney está preso na Unidade Prisional de Caldas Novas, à disposição do Poder Judiciário local.

Compartilhe com seus amigos:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related posts

Leave a Comment

Não sou um robô *