Violência contra idosos em Goiânia cresce 30% em 2018 em comparação ao mesmo período do ano passado, diz polícia

Delegacia do Idoso de Goiânia estima um aumento de 30% no número de ocorrências em 2018 quando comparado ao mesmo período do ano passado. Somente neste ano, já foram 520 casos. De acordo com a delegada Ana Lívia Batista, entre os tipos de crimes mais comuns praticados contra idosos estão maus-tratos físicos e psicológicos e exploração financeira.

“De maneira mais reiterada são violência física ou psicológica, exploração financeira, com mau uso, com apropriação de parte da remuneração da pessoa idosa”, explica. “Essa violência sempre existiu, contudo agora houve uma mudança no comportamento da sociedade.”

 

Inquéritos de casos de violência contra idosos em delegacia de Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)Inquéritos de casos de violência contra idosos em delegacia de Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

Inquéritos de casos de violência contra idosos em delegacia de Goiânia (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

“Encaramos que agora a sociedade está mais consciente de que há uma delegacia atuante, está mais consciente dos seus direitos”, disse à TV Anhanguera.

Os abusos, de acordo com os estudos da Polícia Civil, costumam acontecer dentro da casa onde o idoso vive. Os autores mais comuns são familiares.

“O perfil desses autores é quem mais deveria acolher, quem mais deveria cuidar dessa pessoa idosa, ou seja, filhos, netos, pessoas que têm laço afetivo com a pessoa idosa. Precisamos mudar essa cultura, é preciso que a gente respeite a pessoa idosa”, declarou a delegada.

Delegada alerta que violência contra idosos ocorre em casa, em Goiás
 
O Estatuto do Idoso foi criado há 15 anos. A lei é para que pessoas com idade a partir de 60 anos tenham direitos básicos – como saúde, trabalho, lazer e convivência em sociedade – garantidos.

Quem conhecer alguma situação que envolva violência contra idosos pode denunciá-la anonimamente à Polícia Civil. O Disque-denúncia da Delegacia do Idoso funciona em horário comercial, por meio do 3201-1501. Também é possível entrar em contato por meio do 197, a qualquer hora do dia.

Compartilhe com seus amigos:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related posts

Leave a Comment

Não sou um robô *