Governo de Goiás e UEG lançam Faculdade do Esporte

O lançamento da Faculdade do Esporte Eseffego, da Universidade Estadual de Goiás (UEG), será realizado nesta quinta-feira (21), a partir das 18h30, no Centro de Excelência do Esporte Eurico Godói, em Goiânia. Entre as atrações do evento estão apresentações esportivas, shows e bate papo com atletas nacionais. Com a criação da Faculdade do Esporte, a estrutura da UEG Câmpus Eseffego será transferida para o Centro de Excelência do Esporte.

A estratégia é utilizar todo o potencial cientifico-tecnológico já instalado no Câmpus Eseffego para a criação de uma plataforma de desenvolvimento esportivo, criando um ambiente regional para a identificação e formação de jovens atletas. A iniciativa irá atuar na formação de atletas profissionais das mais diversas modalidades esportivas. Investimentos em qualificação pessoal, inovação e tecnologia estão garantidos para a obtenção dos resultados.

Além disso, está prevista a criação da Rede de Desenvolvimento do Esporte de Alto Rendimento (Redesporte), que alcançará, em todo o estado, escolas, associações, clubes, profissionais, além de outras organizações e agentes estratégicos do setor. A UEG Faculdade do Esporte Eseffego já conta com cerca de 800 alunos de três graduações, licenciatura e bacharelado em Educação Física e bacharelado em Fisioterapia. O corpo docente é composto por 106 professores, sendo 23 especialistas, 47 mestres, 28 doutores e 8 pós-doutores.

Já são ofertadas quatro especializações: Fisioterapia Esportiva, Movimento Humano, Educação Física Escolar e Metodologia do Treinamento Esportivo de Alto Rendimento. Aproximadamente 200 estudantes já estão matriculados nas especializações.

Esporte como fator de desenvolvimento

Tido como um cartão de visitas de Goiás, a expectativa é que nessa nova fase o Centro de Excelência atraia investimentos para o Estado com a oferta de serviços de medicina esportiva, atuando principalmente com avaliações, assessorias e consultorias.

“Um equipamento dessa grandeza torna Goiânia uma potência no esporte de alto rendimento. A expectativa é que, com os trabalhos, possamos identificar e lapidar talentos, que no futuro estarão na elite do esporte nacional”, afirma Haroldo Reimer, reitor da UEG. Ao mesmo tempo, o Centro de Excelência também irá oportunizar a prática do esporte amador na capital.

Estrutura

Os números são grandes. O Estádio Olímpico, por exemplo, conta com 12 mil lugares, gramado padrão Fifa, pista de atletismo com 400 metros e oito raias. O que garante a realização de grandes eventos esportivos. A área total é de 33 mil metros quadrados. O complexo inclui ainda o Ginásio Rio Vermelho e o Parque Aquático – que atualmente estão com as obras de reforma licitadas e em vias de execução – além de Laboratório de Capacitação e Pesquisa.

O Laboratório é composto por alojamentos, departamentos de fisiologia do esporte, ergometria médica e reabilitação, e academia. Quando finalizado, o Parque Aquático terá área total de 1.571,72 m², piscina olímpica e duas piscinas de aquecimento.

Quanto ao Ginásio Rio Vermelho, que possui 4.575,63 m², também passa por reformas e adequações para proporcionar aos seus frequentadores maior conforto e acessibilidade. As duas obras recebem investimentos de R$ 9 milhões.

Compartilhe com seus amigos:
Facebooktwittergoogle_plusredditpinterestlinkedinmail

Related posts

Leave a Comment

Não sou um robô *