Advogada diz que filha e namorado ‘foram torturados’ para confessar morte do DJ Quirino; delegado nega

A advogada Lorena Paixão nega que os adolescentes apreendidos pela morte de Elpídio Quirino dos Santos Filho, de 41 anos, conhecido como DJ Quirino, tenham envolvimento com o assassinato, ocorrido em Goiânia. Segundo a Polícia Civil, a garota, de 16 anos, que é filha da vítima, e o namorado, de 15, confessaram o homicídio. No entanto, a defensora afirmou ao G1 que eles só admitiram o ato infracional porque foram torturados. O delegado responsável pelo caso rebate a acusação. De acordo com Lorena, os adolescentes são inocentes e a apreensão…

Read More