Mãe e filho são condenados por morte de cozinheira de pamonharia, em GO

A comerciante Sueide Gonçalves da Silva, de 56 anos, foi condenada a 17 anos de prisão, e seu filho, o também comerciante Willian Divino da Silva Moraes, de 28 anos, a 15 anos, ambos pela morte da cozinheira Marizete de Fátima Machado, de 53 anos. A sentença foi dada pelo juiz Antônio Fernandes Oliveira após júri popular realizado nesta quarta-feira (22), em Goiânia. Os sete jurados acataram a acusação do Ministério Público do Estado de Goiás (MP-GO), de que o crime foi cometido por motivação fútil, que foi a disputa…

Read More